Itaú Unibanco, Microsoft e Instituto Crescer se unem para oferecer qualificação profissional

Voltado para pessoas em situação de vulnerabilidade, com deficiência, mulheres negras, comunidade LGBTQIA+ e classes D e E, Geração Crescer promove qualificação profissional e indicação de candidatos para vagas em empresas parceiras




São Paulo, março de 2021 – O Itaú Unibanco, a Microsoft e o Instituto Crescer se uniram em uma parceria para oferecer qualificação profissional aos brasileiros. A iniciativa conjunta visa a ampliação do projeto Geração Crescer, programa de qualificação profissional e empregabilidade voltado a promover talentos para as novas demandas do mercado. Por meio de cursos online, a iniciativa oferece apoio a residentes no Brasil, jovens acima de 18 anos, adultos e pessoas com mais de 60 anos, em busca de uma oportunidade de trabalho e de capacitação frente à crise econômica agravada pela pandemia do coronavírus. O público-alvo inclui pessoas em situação de vulnerabilidade social e econômica, pessoas com deficiência, mulheres, pessoas negras, refugiados, comunidade LGBTQIA+ e classes D e E.


Além das aulas pela internet, o projeto também prevê indicação gratuita de currículos para empresas parceiras e busca ativa de oportunidades em diversas companhias. Os participantes ainda contam com auxílio para a montagem do currículo e divulgação nos principais sites de anúncio de vagas, bem como orientação para se saírem bem nas entrevistas.


Para Luciana Nicola, superintendente de Relações Institucionais, Sustentabilidade e Empreendedorismo do Itaú Unibanco, a parceria é uma oportunidade ótima para as empresas realizarem seus objetivos de impacto social. “Com os desafios que todos estamos enfrentando nos últimos meses, é ainda mais relevante que a iniciativa privada tenha atuação efetiva para movimentar o mercado de trabalho e ampliar a empregabilidade das pessoas e, por consequência, contribuir ainda mais para a retomada da economia”, detalha a executiva.


Nos conteúdos serão abordados fundamentos técnicos para desenvolvimento profissional, incluindo Pacote Office, programação, criação de currículo, etc., e o uso de redes sociais de forma empreendedora para obtenção de remuneração. A grade inclui Comunicação e Expressão, Educação Financeira, Cultura Digital, Produtividade, Inglês Básico e Empregabilidade.


“Na Microsoft, temos o compromisso de promover o desenvolvimento de habilidades digitais em especial para pessoas que estão em busca de uma colocação profissional, por meio da capacitação em habilidades digitais. Iniciativas como esta, em parceria com o Instituto Crescer e o Itaú, são essenciais para ajudar pessoas em situação de vulnerabilidade a alcançarem mais e ampliarem seus conhecimentos para o mundo do trabalho, além de democratizar o acesso à tecnologia”, comenta Lúcia Rodrigues, Líder de Filantropia da Microsoft Brasil.


Para participar, os interessados devem preencher um cadastro no site da iniciativa e, após a validação, elaboram seu perfil e dão início ao módulo de Qualidade de Vida e Trabalho. Em seguida, são liberados para cadastro do currículo e vão para os demais cursos. Conforme alcançam novos níveis, os alunos recebem uma certificação e têm suas chances de empregabilidade aumentadas a cada etapa finalizada. O tempo de conclusão do curso depende da trilha escolhida pelo participante, que tem a opção de concluir uma ou mais modalidades de acordo com sua área profissional de interesse. As etapas Comunicação e Expressão, Educação Financeira, Cultura digital e Produtividade, são opcionais. A exceção é o módulo de Qualidade de Vida e Trabalho, que aborda, entre outros temas, relações interpessoais, marketing pessoal, gestão do tempo e empreendedorismo. A etapa de Inglês Básico, por sua vez, está em formato de guia, com o objetivo de proporcionar o primeiro contato com a língua inglesa, com exemplos do dia a dia em uma empresa e em um processo seletivo.


Adentrando o mercado de trabalho


Realizado pelo Instituto Crescer desde 2006, o Programa Geração Crescer já incluiu mais de 40 mil profissionais no mercado de trabalho, em sua maioria, pessoas com baixa escolaridade e de zonas periféricas das cidades. O encerramento do programa está previsto para outubro de 2021.


Com o objetivo de encurtar o caminho entre as empresas e os profissionais, o projeto fechou parcerias com diversos empregadores, como empresas de call center, varejo e demais setores. A iniciativa também realiza articulações personalizadas com centros de referência de geração de emprego e renda, como o Centro de Apoio ao Trabalhador (CAT), o Sistema Nacional de Empregos (SINE), a Agência do Trabalho, o Posto de Atendimento ao Trabalhador (PAT- SP), o Centro de Atendimento ao Trabalhador (CEAT- RJ), e outras agências regionais de apoio ao trabalhador. No decorrer do programa, devem acontecer mais parcerias com empresas que possuem altas taxas de empregabilidade.


Segundo a Diretora do Instituto Crescer, Dra. Luciana Allan, a oferta de programas como o Geração Crescer é fundamental no contexto atual. “Abrir caminho para oportunidades de emprego é algo muito valioso, especialmente neste momento, em que a pandemia afetou o mercado. Mas o programa tem um papel ainda mais importante porque capacita profissionais com as novas habilidades exigidas, não só para as ocupações de hoje, mas também para as do futuro. Para nós é uma satisfação contribuir com o desenvolvimento desses profissionais para um mercado que será cada vez mais pautado por inovação e inclusão de novas tecnologias no ambiente corporativo”, destaca Luciana.


Estrutura do curso


O curso é dividido em três núcleos: Básico, Fundamentos e Profissionalizante, sendo os dois primeiros criados e desenvolvidos pelo Instituto Crescer, em parceria com a Microsoft e o Itaú Unibanco. No Núcleo Básico, o participante capacita-se quanto à temática Educação Cidadã, que engloba desde comunicação oral e escrita até conteúdos ligados à qualidade de vida e educação financeira. Ainda nessa fase, os participantes ainda aprendem como trabalhar com computadores, acessar informações e se comunicar online, seja por e-mail ou ferramentas de videoconferência.


Ao chegar ao núcleo Fundamentos, os alunos adentram a área de Tecnologia da Informação (TI) e aprendem sobre os programas do pacote Office, como Word, Powerpoint e One Drive. Já na terceira fase, a profissionalizante, há indicações de cursos de tecnologia e obtenção de certificações na plataforma Microsoft Learn, com conteúdos intermediários e avançados para aqueles que desejam ingressar ou evoluir em carreiras de tecnologia da informação e aprenderem noções de programação.


Os cursos que fazem parte do Núcleo Básico são:


Qualidade de Vida e Trabalho: o conteúdo deste módulo explora as principais ferramentas para uma carreira de sucesso. Neste curso, o aluno aprende sobre autoconhecimento, autocuidado e relações interpessoais, marketing pessoal, motivação e gestão de tempo. Além disso, estuda conceitos sobre moral, ética e diversidade cultural, inovação e empreendedorismo, além de como elaborar um projeto de vida.


Comunicação e Expressão: o curso trabalha a comunicação verbal e não verbal para a compreensão de como se comunicar de forma adequada e aplicar corretamente as regras gramaticais.


Educação Financeira: nesse curso, os participantes aprenderão sobre seu perfil financeiro. Os conteúdos abordam desde como fazer uma análise e elaborar um controle financeiro de qualidade a conceitos básicos e fundamentais sobre investimentos e sustentabilidade. Ao final do módulo, é possível aprofundar-se um pouco mais por meio de indicação de sites e ferramentas úteis de Educação Financeira.


Inglês: Aqui os participantes poderão iniciar seu primeiro contato com a língua inglesa, a partir de conteúdos básicos em formato de "guia". Ou seja, todo conteúdo gira em torno de um guia que traz dicas de autoapresentação em uma entrevista de emprego e até mesmo o dia a dia dentro de uma empresa.

Os cursos que fazem parte do Núcleo Fundamentos são:


Cultura digital: esta etapa prevê desde os conceitos básicos de informática, como o que é um computador e como utilizar a internet, até a construção de perfis profissionais em redes online de trabalho e emprego.


Produtividade: este curso apresenta algumas das ferramentas de produtividade da Microsoft, como o editor de texto Microsoft Word e o editor de planilhas Microsoft Excel. A proposta deste módulo é proporcionar mais autonomia e segurança para os participantes interagirem profissionalmente no universo virtual. Há ainda a trilha de Carreiras em TI, que traz as principais carreiras possíveis hoje na área de Tecnologia da Informação, conteúdos de programação para quem quer se especializar nessa área e cursos do LinkedIn, aprofundando algumas temáticas importantes para o mercado de trabalho, como Diversidade e Inclusão, Resiliência e Inteligência Emocional em tempos difíceis.


Os interessados podem clicar aqui para realizar o cadastro.


66 views0 comments